Olhar celular no escuro não causa câncer, mas é prejudicial a visão

Olhar celular no escuro não causa câncer, mas  é prejudicial a visão

Circula um texto nas redes sociais informando que olhar o celular no escuro pode causar câncer.  É evidente que olhar o celular ou o computador com pouca ou nenhuma iluminação, pode causar problemas oculares, mas não existe comprovação científica de que possa causar câncer.

O texto intitulado USO DO CELULAR NO ESCURO está repleto de informações equivocadas e sem comprovação científica.

Mensagem circula em redes sociais no Brasil e no exterior. Especialistas desconhecem casos e dizem que texto não tem base científica. Alerta não foi feito por pesquisadores citados .Wallace Chamon, membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), diz: “É completamente falsa essa informação, do começo ao fim. Essa universidade não tem nenhum estudo e eles chamam de câncer no olho a maculopatia. Maculopatia é uma doença que não é cancerígena. Não existe nenhum indício que qualquer iluminação poderia causar o que está sendo dito”.

É certo que o impacto do uso excessivo dos smartphones está sendo estudado por pesquisadores mas as graves alterações citadas no texto não tem a menor comprovação científica, são portanto, FAKE NEWS.

A leitura de smartphones no escuro, pode estar associada a astenopia, ou seja, fadiga ocular, cefaleia, ardências e dor ocular; conforme o trabalho de ANTONA, B da Universidade de Madrid publicado na revista Applied Ergonomics 68 (2018) 12-17. Fonte: MS.

Ex-presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia e professor de Oftalmologia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) Mário Motta afirma: “É uma opinião do autor que não é baseada em nenhum estudo científico e não tem muita lógica”.

A Sociedade Americana do Câncer, a Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA e a Sociedade Americana de Oncologia Clínica também não emitiram nenhum alerta sobre a conexão entre o uso de telefones celulares (à noite ou de qualquer outra forma) e o câncer ocular.

Porém, em  um estudo publicado na revista Scientific Reports, os pesquisadores afirmam que, a luz azul – emitida pelas telas de smartphones, laptops e outros dispositivos digitais – é extremamente prejudicial à visão.

Os pesquisadores alertam para o fato de que estamos constantemente expostos a esses dispositivos e que as estruturas do olho, como a córnea e a retina, não são capazes de bloquear ou refletir essa luz, deixando-nos vulneráveis a efeitos danosos.  O grande risco é que a exposição prolongada à luz azul provoca a morte das células fotorreceptoras (sensíveis à luz), uma das causas da degeneração macular, uma condição incurável que causa cegueira.

`

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *