Óleo nas praias - Ministério da Saúde divulga cartilha para orientar a população

Óleo nas praias - Ministério da Saúde divulga cartilha para orientar a população

Nesta sexta-feira, 25, a  Defesa Civil e o Ministério da Saúde publicaram uma cartilha com orientações a voluntários que participam da limpeza de óleo nas praias. Segundo o texto, a inalação de vapores do poluente pode causar dificuldades de respiração e dor de cabeça. Já o contato direto com o material pode levar a manchas na pele e inchaço. Sobre a exposição de longo prazo ao óleo, a publicação alerta para o risco de câncer e infertilidade.  Também existe orientações para a população em geral e para os profissionais de saúde. A cartilha, porém, não especifica qual é o período de exposição necessário para o surgimento de doenças mais severas.

Em nota, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirma que não há proibição para a comercialização de pescados do Nordeste, mas “autoridades estaduais podem definir restrições” diante da situação específica de cada localidade.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou  que não há alerta do governo e que ainda serão feitos estudos sobre os efeitos do óleo na cadeia alimentar.

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *