Número de mortes pelo novo coronavírus dispara na Europa

Número de mortes pelo novo coronavírus dispara na Europa

“Nunca passamos por algo assim”, afirmou o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, a um Parlamento quase vazio, com mais de 90% dos parlamentares afastados e uma pessoa com máscara e luvas limpando os corrimãos entre os discursos.

“E nossa sociedade, que se acostumou a mudanças que ampliam nossas possibilidades de conhecimento, saúde e vida, agora se encontra em guerra para defender tudo o que consideramos como garantido.”

Existe alarme particularmente na Itália, que registra taxa de mortalidade alta – quase 3 mil de 35.713 casos — e está convocando milhares de estudantes de medicina para que entrem em ação antes da conclusão dos cursos e ajudem um sistema de saúde sobrecarregado.

A França também relatou um aumento nas mortes – elevando em 89, ou 51%, para um total de 264 em 24 horas.

A Itália registrou, nesta quarta-feira (18), 475 mortes pela Covid-19, um recorde desde o surgimento da pandemia. Nem a China registrou um número tão grande de mortos num só dia: 475.

A quarentena na Itália, que estava prevista para terminar em 03 de abril,  será prolongado.

França, Bélgica também estão em quarentena.

Nos EUA um terço dos pacientes tem menos de 50 anos.  Na Itália,  1/4 dos pacientes são de idade de  19 a 50 anos.

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *