Morre Orlando Brito, um dos maiores fotógrafos brasileiros

Morre Orlando Brito, um dos maiores fotógrafos brasileiros

Morreu, nesta sexta-feira (11), em Brasília, Orlando Brito, um dos fotógrafos mais importantes do país. Ele morreu de complicações em uma cirurgia no intestino.

De 1967 para cá, Brito fotografou todas. De Arthur da Costa e Silva a Jair Bolsonaro. O poder, o xadrez da política, foi retratado por ele de todas as formas.

Os personagens também. Ulysses Guimarães na rampa do Congresso no dia 8 de outubro de 1992. No dia 12, ele morreu.

Orlando Brito tirou uma das últimas fotos do ex-presidente Itamar Franco. Foi em julho de 2011, como Brito explicou no podcast dele.

Passou pelo jornal “O Globo”, revista “Veja”, “Jornal do Brasil”, revista “Caras” e criou a agência de notícias “O Brito News”.

Ganhou prêmios, o do Museu Van Gogh – um dos mais importantes prêmios de fotojornalismo do mundo. Ganhou onze vezes o Prêmio Abril de fotografia – tão fora de série que não pode mais participar da premiação. Publicou seis livros de fotografia.

Nas redes sociais, homenagens para Brito do ex-presidente Lula, dos presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco, do PSD; da Câmara, Arthur Lira, do Progressistas; da Associação Brasileira de Imprensa; do presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, e dos ministros Gilmar Mendes e Cármen Lúcia.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.