Ministério da Saúde vai precisar de R$ 410 bilhões para que SUS possa atender a população

Ministério da Saúde vai precisar de R$ 410 bilhões para que SUS possa atender a população

O novo coronavírus pode exigir R$ 410 bilhões a mais dos cofres públicos para que o Sistema Único de Saúde (SUS) consiga atender a população infectada. A projeção está registrada em documento, enviado pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ao ministro da economia, Paulo Guedes.

O MS projeta, , o custo de R$ 9,31 bilhões para internações, caso 10% da população seja contaminada. O calculo é modesto  e o valor pode ser maior. O orçamento do Ministério da Saúde previsto para todas as ações da pasta neste ano é de cerca de R$ 125,5 bilhões. O documento enviado a Guedes afirma que, “como na maioria dos países”, os números de infectados no Brasil têm crescido de forma exponencial. “E há indícios de que estejam subestimados.”

As informações sobre o documento foi divulgada com exclusividade pelo jornal O Estado de São Paulo. No documento,  Mandetta afirma a Guedes que o apoio do Banco Mundial permitirá dar “maior celeridade” nos processos de compras e contratações para combater a covid-19. “Ressalto a necessidade de urgência de apreciação do pleito”, escreveu. Uma das ideias do governo é usar a parceria com o banco para adotar no País serviço de telemedicina para atendimentos de triagem de pacientes com sintomas. Para isso, seriam investidos US$ 10 milhões (R$ 50,3 milhões).

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *