Ministério da Saúde estuda estratégias para produção nacional da pentavalente

Ministério da Saúde estuda estratégias para produção nacional da pentavalente

Nesta segunda-feira (14/10), em Brasília,  representantes do Ministério da Saúde, estiveram reunidos  com  administradores  de laboratórios públicos nacionais com objetivo de traçar estratégias para produção nacional da vacina pentavalente. Atualmente, o Brasil não produz a vacina e compra de laboratórios internacionais.

Atualmente os estoques da vacina está em falta em vários pontos do país e segundo o Ministério da Saúde a regularização dos estoques vai ocorrer em novembro.

A remessa de vacina Pentavalente, adquirida por intermédio da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), foi reprovada em teste de qualidade feito pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) e análise da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Por este motivo, as compras com o antigo fornecedor, a indiana Biologicals E. Limited, foram interrompidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que pré-qualifica os laboratórios.

“Um parque produtor forte representa um país forte. É necessário buscar medidas sustentáveis para garantir a oferta de vacinas no SUS e proteger a população contra doenças que podem ser evitadas com efetiva imunização”, destacou, o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *