Portal Saúde no Ar

Ministério da Saúde confirma um caso de cólera em Salvador

Brasil confirma caso de cólera  em Salvador

O Ministério da Saúde confirmou nesta sexta-feira (19) um caso autóctone de cólera em Salvador, o que significa que o paciente contraiu a doença na própria cidade, sem viajar a outro lugar.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, trata-se de um caso isolado, tendo em vista que não foram identificados outros registros, após a investigação epidemiológica realizada pelas equipes de saúde locais junto às pessoas que tiveram contato com o paciente.

O nome do paciente não foi revelado. Ele tem 60 anos e passa bem.

Últimos casos no Brasil
No Brasil, os últimos casos autóctones de cólera ocorreram em Pernambuco nos anos de 2004 e 2005, com 21 e cinco casos confirmados, respectivamente. A partir de 2006, não houve casos de cólera autóctones, apenas importados, sendo um de Angola, notificado no Distrito Federal (2006); um proveniente da República Dominicana, em São Paulo (2011); um de Moçambique, no Rio Grande do Sul (2016); e um da Índia, no Rio Grande do Norte (2018).

Desde 2006 que não há casos no Brasil.

Em fevereiro de 2023, A bactéria causadora da Cólera foi encontrada em amostras de água da Lagoa do Geladinho, localizada no Parque Erivaldo Cerqueira, em Feira de Santana.

A Cólera é uma doença relacionada majoritariamente à higiene e ao saneamento básico. Apesar de nem sempre apresenta sintomas claros, a doença pode ser subclínica, caracterizada por um episódio de diarreia não complicada e discreta, ou uma doença fulminante, potencialmente letal. O início dos sintomas é geralmente abrupto, indolor, com diarreia aquosa e vômitos.

 

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe