Ministério da Saúde anuncia pacote de R$ 65 milhões para para o Rio Grande do Sul

O ministro extraordinário para Reconstrução do Rio Grande do Sul, Paulo Pimenta., anunciou que  o  Ministério da Saúde publicou, na última  sexta-feira (17), portarias que destinam um total de R$ 66,5 milhões para hospitais, vigilância sanitária, leitos emergenciais e outras ações de saúde no Rio Grande do Sul,

Durante entrevista à imprensa, o secretário de Atenção Especializada do Ministério da Saúde, Adriano Massuda, destacou que, do montante total, cerca de R$ 30 milhões serão destinados ao custeio de serviços de média e alta complexidade no estado, incluindo leitos hospitalares e serviços de emergência.

De acordo com Massuda, os recursos serão destinados aos municípios de Parobé, Estrela, Caxias do Sul, Rio Grande, Santana do Livramento, Igrejinha, Venâncio Aires e Torres, além da capital, Porto Alegre. “Esses serviços vão ser habilitados, e os recursos vão ser bastante importantes para ampliar as ações de serviços de alta e média complexidade”, afirmou Massuda.

Dos 497 municípios do RS, 461 registraram transtornos. O número de mortos chegou a 157. São quase 80 mil pessoas morando nos abrigos e existem  94 pessoas desaparecidos. Esses númeors parciais são e 19/05.

Campanha de vacinação será reforçada em abrigos do Rio Grande do Sul. Covid, influenza, tétano, raiva e hepatite A são as doenças foco da vacinação nas cidades afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe