Menina estuprada e induzida por juíza a não fazer o aborto, terá apoio da OAB

A seu favor, Tebet pode contar com apoio na sociedade de parte dos setores empresarial, acadêmico e intelectual.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Santa Catarina informou, na segunda-feira (20), que vai trabalhar para a garantir proteção da criança de 11 anos, grávida após ser estuprada no Estado. A menina está sendo mantida pela Justiça em um abrigo da Grande Florianópolis para evitar que faça um aborto autorizado.

“Juíza de SC induz menina de 11 anos estuprada a desistir do aborto legal:”suportaria ficar + um pouco?”
Damares de toga.
Totalmente ilegal.
Fundamentalista.
Irei acionar o CNJ- Conselho Nacional de Justiça.
Vergonha. Que formação ela teve?
Atropela Constituição por dogma vil.”

CARLOS MINC,VIA TWITTER

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.