Médicos anunciam 4º caso de cura de paciente com HIV

Médicos anunciam 4º caso de cura de paciente com HIV
Médicos relatam 4º paciente curado do HIV. O homem vivia com o vírus desde 1980.  De acordo com a equipe, ele recebeu um transplante de medula óssea para tratar uma leucemia, e o doador era naturalmente resistente ao vírus.

O homem de 66 anos, que não deseja ser identificado, parou de tomar medicamentos para o HIV. Ele disse estar “mais que grato” pelo vírus não poder mais ser encontrado em seu corpo.

O homem é conhecido como o Paciente City of Hope (“Cidade da Esperança”, em português) em homenagem ao hospital onde foi tratado em Duarte, na Califórnia.

O vírus da imunodeficiência humana (HIV) afeta o sistema imunológico do corpo. Ele pode levar à Aids (síndrome da imunodeficiência adquirida) e dificultar a defesa do corpo contra infecções.

Dessa forma, passando por monitoramento após o transplante verificou que os níveis de HIV do paciente tornaram-se tornaram indetectáveis ​​no corpo e permanecem assim há mais de 17 meses.

A primeira vez em que um caso semelhante aconteceu foi em 2011, quando Timothy Ray Brown – conhecido como o Paciente de Berlim – se tornou a primeira pessoa no mundo a ser curada do HIV.

Outros três casos semelhantes foram registrados nos últimos três anos.

O caso City of Hope recebeu apresentação na conferência Aids 2022, em Montreal, no Canadá. Ao comentar o anúncio, Sharon Lewin, presidente da Sociedade Internacional da Aids, disse: “A cura continua sendo o Santo Graal da pesquisa do HIV”.

Campanha Vidas Importam