Medicamento homeopático é único e não deve ser compartilhado com outras pessoas

Medicamento homeopático é único e não deve ser compartilhado com outras pessoas

Durante a sessão clínica, integrando a programação do quarto aniversário do ambulatório de Práticas Integrativas de Complementares, Mônica Cunha, coordenadora de Pós – Graduação em Homeopatia, da Escola Bahiana de Medicina, realizou uma palestra com o tema: “Conhecendo a Homeopatia” no Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba) .

Mônica destacou que a homeopatia atua na cura do ser como um todo por considerar que o ser humano é um só e cada remédio é feito para uma pessoa em cada fase da vida. Isso exige do médico homeopata uma consulta detalhada que analisa além de aspectos físicos, histórico familiar, personalidade, passando por hábitos alimentares e até posição para dormir. Por isso o remédio jamais deve ser compartilhado pelo paciente com outras pessoas ainda que apresentem os mesmos sintomas.

A apresentação da palestrante ( Mônica Cunha)  coube à endocrinologista do Cedeba, Flávia Resedá,sua aluna no curso de Homeopatia.

A homeopatia é um método terapêutico criado pelo médico alemão Samuel Hahnemann, no fim do século XVIII – e reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) – consiste em prescrever a um doente, sob uma forma diluída e em pequeníssimas doses, uma substância que, em doses elevadas, é capaz de produzir num indivíduo sadio sinais e sintomas semelhantes aos da doença que se pretende combater.

As doses são mínimas. O princípio básico da Homeopatia (Lei do semelhante) contrapõe-se à Alopatia. Para a Homeopatia as mesmas substâncias naturais capazes de desenvolver sintomas e doenças também têm o poder de curá-las.

Durante o debate a palestrante foi questionada sobre médicos homeopatas que prescrevem vários medicamentos por vez. É que existem duas linhas na Homeopatia.

Segundo a palestrante, o objetivo da homeopatia é não apenas aliviar e curar os sintomas, como também trazer o equilíbrio energético ao organismo. Como o organismo é um só e todo conectado, a Homeopatia explica manifestações de sintomas físicos de problemas emocionais.

Mônica Cunha destacou que a  Homeopatia ´r  reconhecida como especialidade médica, odontológica, farmacêutica e veterinária – está associada ao que existe de mais moderno em pesquisa científica.

Fonte: SESAB.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *