Investimento em Saúde e os atendimentos nas UPA

Criadas em 2003 as UPAs tem como objetivo atendimento de urgências e emergências para diminuir a grande demanda dos hospitais. Atualmente é utilizado o atendimento por classificação de risco com o intuito de agilizar a assistência a população e minimizar os riscos dos casos mais graves. Os atendimentos são separados na triagem por risco, sendo: Ressuscitação 0 minutos (vermelho), emergência 10 minutos (laranja), urgência 60 minutos (amarelo), pouco risco 120 minutos (verde), não urgente ou nenhum risco 240 minutos (azul).

No dia 30 de abril de 2019 foram iniciadas as obras para o que será a maior UPA de Salvador, beneficiando a população da Cidade Baixa. O objetivo é que a unidade realize 450 atendimentos por dia, as obras têm previsão de conclusão em 2021. Segundo a secretaria de saúde do município, pretende-se gastar 3,5 mil mensais na unidade que terá atendimento 24 horas.

Em junho deste ano a prefeitura de Salvador recebeu o total de 56 milhões do Governo Federal para ampliação de investimentos na área de saúde. O Ministério da Saúde e o Governo Federal já liberou 12,6 milhões no período em que o prefeito da capital ACM Neto, esteve em Brasília, o resto do investimento estará disponível após publicação no diário oficial do estado.

O que a população sempre espera com a abertura de novas unidades de atendimentos é que diminua a espera e facilite o acesso dos seus usuários. Segundo dados de pesquisa sobre o perfil da população atendida em unidades de emergência em 2011: Na Europa, aproximadamente 40% dos atendimentos em adultos, não são urgentes, nos EUA está entre 5 e 82%. No Brasil ainda existe um sistema de informação epidemiológica relacionados a esses atendimentos, porém, está previsto nas Diretrizes da Política Nacional de Redução de Morbimortalidade por Acidentes e Violência, aprovada em 2001.

Segundo a pesquisadora Gaby Pedrosa no seu artigo sobre as classificações de riscos das upas é necessário haver uma humanização do atendimento à população que procura os postos “o campo de emergência deve ser pensado através de um grau de complexidade melhorando os recursos tecnológicos e a força de trabalho dos profissionais e suas equipes, atendendo ao paciente conforme sua necessidade específica. A humanização na Saúde é entendida, processo ou modo de prestar ajuda. Dentre tantos conceitos que existem, pode-se traduzir a humanização como uma forma de perceber, abordar, respeitar, compreender e cuidar o paciente em uma situação de vulnerabilidade”.

O Coordenador Médico Hospitalar e de Urgência da Secretaria Municipal de Saúde, Dr. Ivan Paiva, em entrevista concedida à Patricia Tosta no programa Saúde no Ar da Rádio Excelsior,desta sexta- feira ( 26/06) esclareceu que além das unidades de atendimento é possível solicitar atendimento pelo 192, onde o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU tem 8 médicos reguladores de plantão 24 horas “ na dúvida ligando para 192 e conversando com um dos médicos 8 médicos reguladores, caso o médico perceba que é uma situação emergencial ele vai enviar uma unidade móvel, caso contrário ele vai instruir a ir para uma das unidades de atendimento”.

Veja a seguir onde buscar atendimento nas UPAS de Salvador:
UPAs em Salvador administradas pela prefeitura
⦁ UPA Barris – Avenida Centenário, s/n – Centenário
⦁ UPA Valéria – Rua Regina Andréa, s,n – Valéria
⦁ UPA San Martin – Rua do Forno, s/n – San Martin
⦁ UPA Adroaldo Albergaria – Rua das Pedrinhas, s/n – Periperi
⦁ UPA Helio Machado – Rua da Cacimba, s/n – Itapuã
⦁ UPA Brotas – Intercessão das ruas Amado Coutinho com Jardim Madalena- Brotas
⦁ UPA Paripe – Avenida São Luis, s/n, Estrada Velha de Paripe
⦁ UPA Pirajá – Rua Direta do Jardim Santo Inácio
⦁ UPA São Cristovão – Situada entre as Ruas Marcos Solter e Avelino Alejandro ( Final de Linha de parque são Cristovão)
UPAs em Salvador administradas pelo Governo do Estado
⦁ UPA Cabula – Rua Direta do Saboeiro s/n, Cabula
⦁ UPA São Caetano – Rua Anna Mariani Bittencourt, s/n, São Caetano

Por: Joice M Araujo
Fontes: https://www.uninter.com/cadernosuninter/index.php/saude-e desenvolvimento/article/view/444
www.eerp.usp.br/rlae

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.