Hospital da Mulher recebe prêmio nacional por destaque na promoção da saúde feminina

Hospital da Mulher recebe prêmio nacional por destaque na promoção da saúde feminina
Disputando com 60 hospitais , o Hospital da Mulher Maria Luzia Costa dos Santos ,nesta terça- feira (09),  ganhou o Prêmio Dr. Pinotti .
A premiação é concedida pela Câmara dos Deputados a entidades cujos trabalhos ou ações merecem especial destaque pela promoção do acesso e pela qualificação dos serviços de Saúde da mulher.
Para o diretor-geral da unidade, Marco Antônio Andrade, destacou a importância do prêmio “Para nós, é muito gratificante ser contemplado com este prêmio. É um reconhecimento do empenho com o qual temos nos dedicado com entusiasmo a promover a saúde das mulheres no estado”, assegurou. “Agradecemos ao Governo do Estado e a cada um de nossos colaboradores pela dedicação diferenciada ao longo desses dois anos”.
Com mais de 390 mil atendimentos, possuindo  136 leitos, sendo 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).  o hospital é considerado o maior do país dedicado às doenças específicas do aparelho reprodutor feminino.
O prêmio
Instituído pela Resolução da Câmara dos Deputados nº 15/09 e regulamentado pelo Ato da Mesa nº 62/10 e pela Resolução 52 de 2014, o prêmio leva o nome do médico ginecologista, professor universitário e político José Aristodemo Pinotti, o qual atuou em pesquisas relacionadas ao câncer de mama e dedicou esforços a melhorar a saúde pública e atendimento à população. Pinotti faleceu em julho de 2009, aos 74 anos.
A unidade
São oferecidos serviços diferenciados de alta resolução para diagnóstico e tratamento em oncoginecologia, mastologia, cirurgia plástica, planejamento familiar, cabeça e pescoço, cirurgia geral e reprodução humana/endometriose; além de acolhimento a mulheres que foram expostas à violência sexual através do Serviço AME
Desde novembro de 2018, a hospital se configura como uma Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), com 20 poltronas para quimioterapia e capacidade de atendimento de 840 mulheres por mês.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *