Hepatologia do Milénio- Evento começa nesta quarta- feira (27/07) em Salvador

Hepatologia do Milénio- Evento começa nesta quarta- feira (27/07) em Salvador

De 27 a 30 de julho, o Instituto D’OR de Pesquisa e Ensino (IDOR) e a Rede D’OR realizam a 25ª edição do Hepatologia do Milênio, considerado o maior evento de educação continuada da Hepatologia na América Latina. O Hepatologia do Milênio será iniciado hoje (27/07)E em Salvador, na Bahia, no Hotel Bahia Fiesta, na Av. Antônio Carlos Magalhães, 741, Itaigara. AS 13H 30 AS 18H 50.

Amanhã a programação com a abertura  será iniciada as 08 da manhã.
Inscrições através do site:  https://www.hepatologiadomilenio.com.br/inscricoes/

Doenças do fígado em pauta

 

De 27 a 30 de julho, o Instituto D’OR de Pesquisa e Ensino (IDOR) e a Rede D’OR realizam a 25ª edição do Hepatologia do Milênio, considerado o maior evento de educação continuada da Hepatologia na América Latina. Ao longo de quatro dias, o evento vai reunir hepatologistas e especialistas nacionais e internacionais de diversas áreas médicas para abordar e discutir sobre importantes assuntos que envolvem as doenças do fígado como diagnósticos, tratamentos, prevenção, casos clínicos, hepatites, efeitos da COVID-19 e mais.

 

Entre os palestrantes internacionais podemos destacar o francês Didier Samuel, Diretor Médico do Programa de Transplante de Fígado e chefe das Unidades de Terapia Intensiva e de Fígado no Centro Hepatobiliaire do Hospital Universitário Paul Brousse, em Villejuif, na França; o argentino Fernando Bessone, Chefe do Serviço de Gastroenterologia e Hepatologia do Hospital Provincial del Centenario Universidade de Rosário; o americano Jorge Bezerra, Professor de Pediatria e Diretor da Divisão de Gastroenterologia, Hepatologia da Nutrição e do Centro de Saúde Digestiva do Centro Médico do Hospital Infantil de Cincinnati; e o espanhol Manuel Romero-Gomez, Diretor do Programa de Pesquisa em Fígado, Gastrointestinais e Doenças Inflamatórias do Instituto de Biomedicina de Sevilha e Vice-Presidente da Associação Espanhola para o Estudo do Fígado (AEEH).

 

“Estamos muito felizes em realizar mais uma edição do Hepatologia do Milênio. Este ano teremos a participação de experts nacionais e internacionais que irão trazer os mais novos conhecimentos no enfrentamento das doenças do fígado, com destaque para o fígado pós-covid, as hepatites virais e a síndrome metabólica. Além disso, diversos oncologistas estarão conosco para discutir sobre o carcinoma hepatocelular e todos os novos conhecimentos sobre o diagnóstico e tratamento desses pacientes”, conta o Dr. Raymundo Paraná, Diretor Médico do Hospital Aliança da Rede D’or e coordenador do evento.

Hepatologia do Milênio será realizado em Salvador, na Bahia, e contará também com transmissão online. O evento é voltado para a área médica, incluindo profissionais de enfermagem, fisioterapia, entre outras especialidades. Os interessados em participar poderão fazer as inscrições de forma gratuita pelo site do evento.

Sobre o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR)

Fundado em 2010, o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) é uma organização sem fins lucrativos, que tem por objetivo promover o avanço científico, qualificação, disseminação do saber e a inovação na área de saúde. O IDOR vem desenvolvendo pesquisas de fronteira voltadas tanto para ciência aplicada – com impacto clínico direto a curto prazo – quanto para a ciência fundamental, que busca o conhecimento mais profundo sobre os mecanismos biológicos, fisiológicos e patológicos. A importância de aproximar a ciência básica da clínica foi evidenciada nas pesquisas envolvendo o vírus Zika, nas quais o IDOR ganhou destaque internacional com publicações na prestigiada revista Science, e no projeto Ciência IDOR Contra a Covid, iniciado em 2020 com a pandemia de Covid-19 e investimentos que superaram US$ 5 milhões.

 

Sobre a Rede D’Or

Fundada em 1977, a Rede D’Or São Luiz é a maior rede privada de cuidados integrados do Brasil com presença em doze estados, além do Distrito Federal. O Grupo opera com 68 hospitais. A Rede possui cerca de 10,6 mil leitos operacionais. São, ao todo, 67,2 mil colaboradores e 87 mil médicos credenciados, que realizaram cerca de 3,9 milhões de atendimentos de emergência, 363 mil cirurgias, 47,9 mil partos e 3,1 milhões de atendimentos ambulatoriais nos últimos 12 meses, além de 12,9 mil cirurgias robóticas desde o início do serviço, há seis anos. A Rede D’Or São Luiz também conta com a Oncologia D’Or e Onco Star, rede de clínicas especializadas em tratamento oncológico.