Físico brasileiro recebeu o prêmio "Nobel" da Espiritualidade

Físico brasileiro recebeu  o prêmio  "Nobel" da Espiritualidade

O cientista e físico brasileiro, Marcelo Gleiser , 60 anos,  recebeu nesta quarta- feira  ( 29/05) o prêmio Templenton.

A cerimônia de entrega do Templeton — no valor de no valor de 1,1 milhão de libras esterlinas (cerca de R$ 5,5 milhões) — ocorreu em Nova York , no museu Metropolitan . O prêmio é um reconhecimento pelo 35 anos de trabalho como físico e cosmólogo.

Ele  é o primeiro da América do Sul a receber o Templeton, considerado o ‘Nobel’ da espiritualidade.

A honraria já foi concedida a Madre Teresa de Calcutá (em 1973) e Dalai Lama (em 2012).

De acordo com a Fundação Templeton , ele é responsável por “uma contribuição excepcional para afirmar a dimensão espiritual da vida, seja por insights, descoberta ou trabalhos práticos”.

A ciência no Brasil vem sofrendo com seguidos cortes de recursos — para pesquisa e educação, por exemplo. Qual o impacto disso? ( pergunta feita por repórter da Rede Globo)

“É trágico. Acho lamentável que o governo não veja o impacto dessas decisões, que representam a destruição efetiva da competitividade cientifica e tecnológica brasileira. Toda uma geração está sendo comprometida. Pensem na Coreia, que no início dos anos 50 era um dos países mais pobres do mundo, e veja ela agora. O que aconteceu? Um investimento consistente e abrangente na educação científica e na formação de engenheiros de alto nível. Já o Brasil, com essas políticas de corte às pesquisas e universidades em geral, está se condenando a ser um país de segunda categoria, um comprador de tecnologias, vendendo soja e comprando iPhones, sem chance de competir no mercado econômico mundial como criador de tecnologias e patentes de impacto. Vejo a Índia e a China indo à Lua, e o Brasil mal sustentando seu programa espacial. Que visão é essa para o futuro do país?”, respondeu Marcelo Gleiser.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *