Especialista alerta para as doenças do coração

Dor no peito, tonturas, náuseas, fadiga e desmaios estão entre os sintomas

Responsável pelo bom funcionamento do sistema circulatório, o coração pode ser acometido por diversas doenças causadas pela falta de atividade física regular e hábitos de risco como o consumo excessivo de álcool, cigarro e alimentos com altos índices de gordura.

A arteriosclerose está entre os problemas cardíacos de maior prevalência no Brasil, conforme relata o cirurgião cardíaco e coordenador do Serviço de Cirurgia Cardiovascular do Hospital da Bahia, Dr. Marco Guedes.

“Trata-se do entupimento dos vasos do coração por gordura que se acumula ao longo da vida, gerando placas que causam a obstrução desses “canos” e restringe o fluxo sanguíneo, o que pode causar problemas para o coração porque não vai receber, adequadamente, os nutrientes, entre eles, o oxigênio”, explica.

O entupimento das artérias também pode levar a outros quadros clínicos mais conhecidos como o infarto e a angina (dor no peito).
O cirurgião ainda alerta para as doenças das válvulas do coração, que de acordo com ele, ainda tem grande prevalência no país.

“O coração tem quatro válvulas, mas duas válvulas são predominantes em relação a prevalência das doenças, são as válvulas mitral e a aórtica. No Brasil, a febre reumática ainda tem uma incidência muito alta e é um problema de saúde pública, não corrigido, que causa doenças inflamatórias nas válvulas do coração”, afirma.

Marco Guedes ressalta que a prevenção ainda é o melhor caminho para o combate das doenças cardiológicas e destaca os avanços tecnológicos para o tratamento dessas doenças.

“Nos últimos ano houve um desenvolvimento muito grande em vários setores da medicina cardiovascular, sempre em busca da redução do risco e em oferecer cada vez mais procedimentos menos invasivos para os pacientes, para que eles tenham uma recuperação mais célere e que consigam retornar de forma mais rápida a sua plenitude”, destacou.

Elane Varjão

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *