Dengue, zika e chikungunya: 255 cidades da Bahia estão em alerta ou risco de surto

Dengue, zika e chikungunya: 255 cidades da Bahia estão em alerta ou risco de surto

aedes_aegypti_foto_flaviobrasil_internaDivulgado nesta quarta (12), o Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2018 apontou 186 cidades baianas em alerta e 69 com risco. A capital baiana faz parte da lista de municípios em situação de alerta.

Na Bahia, a maior parte dos criadouros foi encontrada em depósito de água (5.427), seguida de depósitos domiciliares (1.735) e lixo (490).

5.358 municípios, em todo o país -96,2% da totalidade- realizaram algum tipo de monitoramento do mosquito transmissor de doenças, sendo 5.013 pelo levantamento de infestação (LIRA/LIA) e 345 por armadilha. O método de armadilha é utilizado quando a infestação do mosquito é muito baixa ou inexistente.

Dados Epidemiológicos Nacionais

Foram comunicados, até o dia 10 de novembro, 228.042 casos de dengue em todo o país, um leve aumento em relação ao mesmo período de 2017 (226.675). Os casos notificados de chikungunya caíram 55% em relação a 2017: 82.382 contra 183.281, respectivamente. Por sua vez, o Zika causou 7.544 infecções, uma redução de 54% em relação ao mesmo período de 2017 (16.616).

Leia Mais: Possível epidemia de chikungunya

 

 

 

Foto: Reprodução/Internet

Fonte: Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa)

Redação Saúde no ar (DS)

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *