Conab: Consumo de carne bovina deve cair ao menor nível em 26 anos no Brasil

Conab: Consumo de carne bovina deve cair ao menor nível em 26 anos no Brasil

De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o consumo de carne bovina deve cair ao menor nível nos últimos 26 anos, com 24,8 kg consumidos por cada brasileiro durante o ano de 2022.

Anteriormente, a maior proporção da série histórica teve registro em 2006, quando havia uma disponibilidade de 42,8 kg de carne bovina por pessoa.

Já nos últimos 10 anos, a maior taxa teve registro em 2013 (38,3 kg). Além disso, em 2021, as estatísticas estimadas de disponibilidade interna já tinham mostrado uma queda histórica no consumo. Nos últimos cinco anos, a queda deve ser de 26,8% no Brasil.

A disponibilidade do produto é calculada subtraindo o volume exportado de carne do que é produzido nacionalmente e importado.

Ainda assim, balanço da Conab mostra que as exportações de carne de frango devem crescer 6%, o que representa um novo recorde neste ano, com 4,7 milhões de toneladas enviadas. A companhia ainda estima aumento de 15% deste tipo de comércio de carne bovina, para 2,84 milhões de toneladas.

A estimativa de produção total de carne, incluindo a suína e de aves, é de 28 milhões de toneladas em 2022. Nesse quesito, no setor da carne bovina, há outro recorde negativo: a estimativa de produção de 8,115 milhões de toneladas ao final do ano será a menor em 20 anos.

Desse modo, a baixa é um reflexo do aumento da fome no Brasil. Um relatório da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) mostrou recentemente que 61,3 milhões de brasileiros lidam com algum tipo de insegurança alimentar.

 

 

Campanha Vidas Importam