Brasil apresenta plano de políticas públicas para doenças crônicas não transmissíveis

Brasil apresenta plano de políticas públicas para doenças crônicas não transmissíveis

Durante a VI Reunião de Ministros da Saúde do bloco, em Luanda, capital de Angola. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga,   propôs aos membros da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP) um plano comum dedicado a políticas públicas sobre doenças crônicas não transmissíveis. A proposta foi aprovada pelo CPLP.

“Nosso objetivo é fortalecer as capacidades dos países da CPLP na gestão de políticas, reorientação de serviços, promoção, prevenção e vigilância, para o cuidado abrangente no pós-pandemia da Covid-19”, disse o ministro Marcelo Queiroga

O ministro destacou a necessidade de cooperação entre os participantes para o setor de Telemedina e tecnologia de saúde  “O Grupo de Trabalho designado para o tema pode apoiar na difusão de tecnologias de informação e de conhecimento na mitigação dos impactos provocados pela Covid-19, particularmente no acesso aos cuidados de saúde e na formação e otimização de recursos humanos.”, destacou o ministro.

Na reunião, os ministros de Estado reiteraram o entendimento de que a vacinação contra o novo coronavírus é um bem público e será um fator determinante na resposta aos desafios pós-pandemia.

No encerramento dos trabalhos desta sexta (25), os ministros assinaram o documento final com a aprovação de ações entre os países. Além do Brasil, a conferência contou com a participação de representantes de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné-Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Fonte MS.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.