AMB dá o norte!

AMB dá o norte!

Em meio a grande crise sanitária que vivemos com tantas incertezas, com desfechos reverberando em todo tecido social e seu desenvolvimento,  com quase 300 mil óbitos, e sem conhecimentos de todas as variáveis para uma previsibilidades dos desfechos, alguém tem que dá o norte. Assim a AMB Associação Médica Brasileira no seu segundo boletim anual vem esclarecer e pontuar pontos importantes para mitigar os efeitos devastadores de uma pandemia sem rumo. Segue alguns pontos.

  1. O Brasil deve vacinar com celeridade todos os cidadãos;
  2. A variante P1 do coronavírus, que circula em grande parte do Brasil,  possui capacidade de transmissão consideravelmente maior que o vírus original, impondo risco maior a todos os brasileiros;
  3. O isolamento social, com a menor circulação possível de pessoas, segue sendo imperioso para conter a propagação viral;
  4. Reafirmamos que infelizmente, medicações como hidroxicloroquina/cloroquina, azitromicina, ivermectina, nitazoxanita, colchicina, entre outras drogas, não possuem eficácia comprovada de beneficio no tratamento ou prevenção ao covid-19, quer seja na prevenção, na fase inicial, nas fases avançadas dessas doença, sendo que, portanto, a utilização desses fármacos deve ser banida;
  5. Reiteramos, que o Brasil requer ações unificadas e coordenadas de combate a covid.

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *