246 mortos no terremoto do Equador

246 mortos no terremoto do Equador

Já passa de 240 o número de  mortos em consequência  de um terremoto no Equador de magnitude 7,8 na escala  Richter,na província de Manabi, no noroeste do país. A tragédia deixou até o momento 2.527 feridos.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), que monitora a atividade sísmica mundial, o terremoto ocorreu às 18h58 de sábado, no horário local (20h58, em Brasília). Até agora foram registrados 189 tremores secundários em todo o território equatoriano.

Neste domingo (17) o ministro da Justiça, Ledy Zuñiga, informou o novo número de mortos e que foram recapturados 30 dos cerca de 100 presos que fugiram após o terremoto, do centro de reabilitação localizado na cidade costeira de Portoviejo, capital da província de Manabi. O ministro descartou a existência de mortos ou gravemente feridos e afirmou que a segurança dos centros será reforçada.

Foram enviadas equipes de resgate de El Salvador, Bolívia e Colômbia. A ajuda é composta por bombeiros de resgate, polícia, Cruz Vermelha e três outras agências humanitárias. Esse apoio se unirá as equipes venezuelanas, que já estão no país, atuando com resgate e levando alimentos para população de áreas atingidas.

De acordo com o vice-presidente do Equador, Jorge Glas, 4,6 mil policiais, cerca de 100 especialistas em resgate e 10 mil homens das Forças Armadas foram mobilizados para atuar nas áreas atingidas.

 

Redação Saúde no Ar*

Tamires Moreno

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.