USP ganha laboratório de um dos principais centros de pesquisa de vírus e vacinas do mundo

O presidente da França em visita ao Brasil, inaugurou a filial paulista do Instituto Pasteur. Com 2 mil m² e capacidade para receber até 100 cientistas do Brasil e de outros países, o laboratório é o resultado de um acordo assinado 10 anos atrás entre a Universidade de São Paulo (USP) e o Instituto Pasteur da França.

A maior joia do instituto fica atrás de uma porta: é um laboratório, com alto nível de segurança biológica, que permite aos cientistas fazerem experimentos com vírus super contagiosos. O Jornal Nacional só conseguiu entrar porque o laboratório foi completamente descontaminado para visita do presidente da França. O que se espera daqui para frente é que as descobertas feitas ali ajudem a identificar, prevenir e tratar doenças graves.

O laboratório vai acompanhar o desenvolvimento de vírus que possam levar a novas pandemias e agilizar a produção de vacinas. Também vai trabalhar com doenças que afetam o sistema nervoso, como Alzheimer e Zika.

A diretora do Instituto Pasteur de São Paulo, Paola Minoprio, explica que o Brasil foi escolhido por sua biodiversidade.

“As doenças aqui, infecciosas ou não infecciosas, elas variam de norte a sul, leste, oeste. Nós temos populações geneticamente que vieram nos colonizar, que é uma população muito diversa. Você poder explorar as diferentes doenças no contexto de diferentes ecologias, diferença climática, e também a diversidade genética. Isso tudo é muito importante para um pesquisador”, diz Paola.
O reitor da USP, Carlos Gilberto Carlotti Júnior, destaca a importância da parceria para a ciência brasileira.

“Permite que nós tenhamos acesso a pesquisas de ponta, a pesquisas de qualidade, a termos material também mundial para nós podermos estudar. Nós precisamos aprender no Brasil também como fazer ciência de qualidade. Então, eu acho que isso vem qualificar ainda mais nossas pesquisas”, diz ele.

Fonte: Jornal Nacional

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe