Médico alerta sobre risco de infecção conjunta de Covid-19 e dengue: ‘pode ser letal’

Esse é o alerta do médico, Hamilton Bonilha. Ele é responsável pelo Instituto de Vacinação e Infectologia de Piracicaba (SP).

“A sintomatologia de dengue, até em pessoas mais jovens, tem sido muito intensa. Por isso, imagine, no caso de pessoas com mais idade, em que a letalidade costuma ser maior. Com o organismo comprometido, a imunidade vai cair e, se tiver Covid-19 associado, será um quadro muito mais grave”, explica.

Hamilton Bonilha elenca os fatores que justificam a ausência de estatísticas que, de fato, representem a realidade o cenário atual.

“Pela prática clínica diária, acredito que estejamos vivenciando um aumento no número de casos da Covid-19, provavelmente, devido ao Carnaval. O número pode não ser tão expressivo como os anos anteriores. Com certeza, existe subnotificação dos casos. Isso é fruto da dificuldade na notificação, de autotestes e da não realização rotineira dos exames em algumas instituições de saúde”, observa Bonilha.

“Muito disso ocorre pela desinformação que leva a desconfiança, principalmente no que se refere à vacina bivalente e seus reforços que aumenta a resposta da imunidade e reduz a suscetibilidade, protegendo contra a variante ômicron e suas subvariantes”,

O número de internações por Covid-19 subiu cerca de 450% na rede pública de Saúde em Piracicaba (SP) entre janeiro e fevereiro deste ano, de acordo com informações da prefeitura, enviadas a pedido do g1.

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe