Lula lamenta morte do brasileiro sequestrado pelo Hamas

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lamentou nesta sexta-feira (24) a confirmação da morte do brasileiro Michel Nisembaum, que foi sequestrado pelo grupo terrorista Hamas.

Em uma rede social, o petista afirmou ter recebido a notícia com “imensa tristeza” e lembrou que conheceu familiares da vítima.

“Conheci sua irmã e filha, e sei do amor imenso que sua família tinha por ele. Minha solidariedade aos familiares e amigos de Michel”, disse Lula.

O Brasil continuará lutando, e seguiremos engajados nos esforços para que todos os reféns sejam libertados, para que tenhamos um cessar-fogo e a paz para os povos de Israel e da Palestina”, afirmou o petista.

Mais cedo, nesta sexta-feira, o corpo de Nisembaum foi encontrado por militares da Força de Defesa de Israel, na Faixa de Gaza. O brasileiro havia sido sequestrado por terroristas do Hamas no dia 7 de outubro. Segundo as autoridades, ele foi morto no próprio dia dos ataques.

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe