Fake News – Mensagens usam imagem de ministros do STF

Anúncios fraudulentos veiculados em redes sociais usam indevidamente a imagem de ministros do Supremo

Pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro descobriram que imagens de ministros do STF – Supremo Tribunal Federal e do próprio Supremo têm sido usadas criminosamente em anúncios fraudulentos, veiculados em redes sociais.

A imagem do ministro do STF – Supremo Tribunal Federal Flávio Dino, por exemplo, foi usada indevidamente em um anúncio para supostamente vender um componente para computadores. É um anúncio fraudulento.

Pesquisadores do Netab, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, identificaram 981 anúncios irregulares envolvendo ministros do Supremo Tribunal Federal e o próprio STF publicados nas redes sociais da empresa Meta – que controla o Facebook, o Instagram e o Threads.

O levantamento foi feito entre setembro de 2023 e fevereiro de 2024:

810 anúncios eram fraudes – ou seja, 82,5%;
103 eram ataques aos ministros do STF, ao Supremo e ao Ministério da Justiça;
e 68 anúncios de empresas que exploram a imagem dos ministros para vender produtos e serviços.

 

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe