Dormir bem protege o coração

Dormir bem protege o coração

A qualidade do sono se tornou o 8º item da lista da Associação Americana do Coração, para os fatores de risco do coração.
A entidade também atualizou os outros fatores. Por exemplo, os fumantes passivos e o uso de cigarro eletrônico também têm mais risco de problema cardíaco. A Associação fez pela primeira vez uma atualização dos riscos para o coraçao, após 12 anos a lista ter sido mantida inalterada. Além do sono, os outros fatores de saúde e estilos de vida na lista de riscos  são a exposição à nicotina,  falta de atividade física, Não fazer dieta,  estar acima do peso, glicemia e colesterol e pressão arterial  elevadas.

Segundo os especialistas, não dormir de forma adequada,  afeta a saúde geral das pessoas e influi no peso, na pressão arterial e até no risco de diabetes!

Em entrevista ao G1, o Dr. Marcelo Sampaio, cardiologista e coordenador da área de pesquisa da Beneficência Portuguesa, em São Paulo, e com a Dra. Andrea Bacelar, neurologista e especialista em medicina do sono, falaram sobre o assunto.

Segundo o Dr Marcelo, Durante o sono, ativamos elementos de raparos. Isso se dá porque uma série de substâncias são produzidas que nos fortalece e uma série de substâncias negativas são metabolizadas.

“A nova métrica da duração do sono reflete as últimas descobertas ao nível da investigação: que este afeta a saúde geral e que as pessoas que têm padrões de sono mais saudáveis ​​gerem fatores de saúde como peso, pressão arterial ou risco de diabetes tipo 2 de forma mais eficaz”, afirma o presidente da Associação, Donald. M. Lloyd-Jones, M.D., Sc.M., FAHA, que liderou o grupo de redação consultiva e é presidente do departamento de medicina preventiva.

“Além disso, os avanços nas formas de medir o sono, como dispositivos vestíveis, oferecem agora às pessoas a capacidade de monitorizar de forma confiável e rotineira os seus hábitos em casa.”