Daniel Alves é condenado a 04 anos

O ex-jogador da seleção brasileira Daniel Alves foi condenado a quatro anos e meio de prisão pelo estupro de uma mulher no banheiro de uma boate de Barcelona, anunciou nesta quinta-feira (22) um tribunal da cidade espanhola.

O ex-jogador do FC Barcelona e do PSG, de 40 anos, pode apresentar recurso contra a sentença.

O tribunal também determinou cinco anos adicionais de liberdade condicional, uma ordem de restrição para que ele não se aproxime da vítima por nove anos e meio e o pagamento de uma indenização de 150 mil euros (pouco mais de 800 mil reais).

A mãe de Daniel Alves, Maria Lucia Alves, usou suas redes sociais para se manifestar após a condenação do ex-jogador.

“Inocente, sim. Essa decisão não é a final”, repostou Lucia de uma publicação de Graciele Queiroz, sua advogada.

O ex-atleta conseguiu uma redução na pena após pagar o valor de 150 mil euros, cerca de 900 mil reais na cotação atual, à vítima por reparação e danos morais. Vale ressaltar que o Ministério Público espanhol pedia pelo menos nove anos de reclusão de Daniel.

Segundo informações do Daily Mail, esse tempo pode ser reduzido ainda mais caso o ex-atleta apresente um bom comportamento na prisão. O jornal informou que Alves pode receber a soltura provisória em cinco meses, ou seja, em julho, caso o juiz entenda que seu comportamento foi exemplar.

 

 

 

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe