Apresentadora da Globo teve dengue e foi diagnosticada e medicada de forma errada

A apresentadora do Programa “Encontro” da  Rede Globo, Patrícia Poeta, ficou internada 15 dias com dengue e teve diagnóstico errado de virose.

O médico receitou Paracetamol de 04 em quatro horas.  Ela  adquiriu uma hepatite medicamentosa, por conta do excesso do uso do Paracetomal 750  Mg.

“Eu passei por isso quando tive dengue, muitos anos atrás. Eu procurei um médico, na época eu estava visitando a minha família no Sul e não tinha muitos casos de dengue. Então, esse médico me diagnosticou com uma virose e pediu para eu tomar paracetamol 750mg de quatro em quatro horas”, disse ontem no programa.
Quando recebeu o diagnóstico certo, o remédio já tinha afetado o fígado: “Quando eu cheguei no Rio de Janeiro, na época eu morava lá, aí sim fui diagnosticada com dengue. Eu já estava com hepatite medicamentosa em função do remédio”.

“Eu tive que aguentar a dengue durante 15 dias no hospital e tomando pouco remédio para dor, porque já tinha afetado o fígado. Então, isso realmente é algo muito importante.” relatou a apresentadora.

O relato foi dado no Programa Encontro no quadro  ” Bem estar”, no último dia 20/02. O nome do médico não foi citado. O fato  serve de alerta. O uso abusivo de remédios pode causar sérias complicações. Na dúvida, deve ser feito o teste para saber se a pessoa tem a dengue,

Jorge Roriz

 

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe