Combate ao tabagismo em Salvador

Combate ao tabagismo em Salvador

fumantes

Salvador é capital com menor índice de fumantes do país, segundo a pesquisa do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (VIGITE/2016), do Ministério da Saúde, apontou Salvador como a cidade com menor índice de fumantes (5,1%) entre as capitais brasileiras.

Este dado é resultado das ações de conscientização da população soteropolitana, dentre elas a do Programa Municipal de Controle do Tabagismo (PMCT) implantado em 47 unidades da rede municipal da Saúde.

Em alusão ao Dia Mundial de Luta contra o Tabaco no dia 31 de maio, o Distrito Sanitário de Itapuã- vai realizar um evento, hoje 23 de maio,  para comemorar os 10 anos do Programa de Controle do Tabagismo na região- no qual os participantes irão trocar experiências entre profissionais de saúde e usuários do programa, além de palestras. Será às 13h30, na Faculdade de Tecnologia e Ciência Paralela (FTC), módulo 03, sala 203.

Vale resslatar que o tabagismo é a dependência psicológica e física do tabaco, o consumo regular de tabaco é responsável por mais de 50 doenças, entre elas pelo menos 12 tipos de câncer.

1 bilhão de pessoas fumam no mundo- e no Brasil são 24,6 milhões de fumantes- segundo a  Organização Mundial da Saúde (OMS). O tabagismo é considerado a principal causa de morte evitável no mundo, matando 6 milhões de pessoas anualmente.

Para obter outras informações sobre como ter acesso ao programa de combate ao tabagismo, o usuário do SUS deve  ligar para o número  (71) 3202-1045 (Atenção Primária à Saúde ) e falar com um dos técnicos disponíveis no momento já que nem sempre estão na unidade pois realizam ações externas. A capital baiana dispõe, atualmente, de cerca de 50 centros de atendimento distribuídos em diferentes bairros. Saiba qual que está mais próximo de você!

 

Onde buscar  o tratamento:

Para realizar o tratamento de forma totalmente gratuita, o interessado deve comparecer a um dos postos de referência da estratégia, munido com o cartão SUS de Salvador e documento oficial de identificação com foto para realização da inscrição. Na oportunidade, o paciente passará por uma entrevista para avaliar o grau de dependência. O próximo passo é a participação numa reunião em grupo com os demais participantes do programa. Os pacientes precisam ser maiores de 18 anos.

Tratamento:

O acompanhamento das pessoas que decidem participar do PMCT é feito por uma equipe multidisciplinar composta por médicos, psicólogos, dentistas, enfermeiros e assistentes sociais, dentre outros especialistas. O fumante participará de quatro a cinco encontros, sendo um por semana, com o objetivo de estimulá-lo a parar de fumar, seja de forma imediata ou gradativa. Além disso, será entregue ao participante cartilhas informativas, explicando o motivo da dependência e como parar com o vício.

Aos pacientes com o grau de dependência elevado, é indicado o uso de medicamentos, oferecidos gratuitamente pelo SUS.

O programa: 

Desde a implantação do programa, mais de 5 mil pacientes foram tratados na cidade. No ano de 2016, 45% dos usuários acompanhados pela estratégia pararam de fumar, segundo monitoramento realizado no mesmo ano. “Parar de fumar é um processo que envolve várias etapas de motivação, que vão desde a fase de negação – em que o fumante não admite que o tabagismo seja uma doença e, portanto, não quer parar de fumar; até a fase em que se encontra preparado para realizar a mudança do estilo de vida, parar de fumar”, explicou a técnica do setor de Doenças Crônicas Não Transmissíveis/Tabagismo, Carla Germiniana da Silva.

Ainda de acordo com Carla, podem ocorrer recaídas durante processo. “Por isso é importante que a pessoa em abstinência permaneça ainda na fase de manutenção do tratamento, onde é acompanhado pelo profissional de saúde, pois o risco nessa fase de recaída é alto” frisou.

A coordenadora do Programa Controle do Tabagismo da Secretaria Municipal de Saúde, Carla Geminiana, conversou via telefone, nesta quarta-feira (23) com Patrícia Tosta sobre o tema  Tabagismo principal causa de morte evitável no mundo.

Ouça a entrevista na íntegra:

 

Redação Saúde no Ar

Fonte:Agência Brasil

Foto:Internet

Unidades do PMCT- (71) 3202-1045 

USF Federação (Rua Pedro Gama – Federação)

Multicentro Adriano Pondé (Avenida Visconde de Itaborahy ,113 – Amaralina)

CSM Osvaldo Camargo (Rua Conselheiro Luiz, s/n – Rio Vermelho)

UBS Clementino Fraga – 5° Centro (Avenida Centenário s/n – Centenário)

USF Garcia (Rua Quintino Bocaiúva, 8 – Fazenda Garcia)

USF Pituaçu (Rua Gonçalves Cezimbra s/n – Pituaçu)

USF Parque de Pituaçu (Rua Netuno, 4 – Pituaçu)

UBS César de Araújo (Rua Manoel Quaresma, 8 – Boca do Rio)

USF Candeal Pequeno (Rua 18 de Agosto, s/n – Candeal)

UBS Mário Andréa (Rua Fortunato Benjamin Saback, s/n – Sete Portas)

UBS Santa Luzia (Rua Almirante Alves Câmara,112 – Engenho Velho de Brotas)

UBS Cosme de Farias (Rua Direita de Cosme de Farias, s/n, Cosme de Farias)

Ambulatório Faculdade Baiana (Avenida Dom João VI, 275 – Brotas)

USF Prof. Humberto de Castro Lima (Rua Thomaz Gonzaga, s/n – Pernambués)

USF Arenoso (Rua Barão de Mauá, s/n – Arenoso)

USF Raimundo Agripino (Avenida Ulisses Guimarães, s/n – Sussuarana)

Hospital Geral Roberto Santos (Avenida Saboeiro, s/n – Narandiba)

Centro Social Urbano Pernambués (Rua Thomaz Gonzaga, 150 – Pernambués)

CS Nelson Piauhy (Rua Endeo Nascimento, Qd. C, s/n, Cajazeiras III, Águas Claras)

USF Iolanda Pires (Rua Direta, Quadra E, s/n – Fazenda Grande I)

USF Cajazeira IV (Rua Álvaro da Franca Rocha, Via Coletora, s/n – Cajazeira IV)

USF Cajazeira X (Rua Ministro Apolônio Sales, Rua D, Quadra D, s/n, Setor 2 – Cajazeira X)

USF Gamboa  (Rua Gabriel Soares, 58b – Ladeira dos Aflitos)

CS São Francisco (Rua do Carro s/n – Nazaré)

CAPsad Gregório de Matos (Terreiro de Jesus – Pelourinho)

CTM – Álvaro Rubin de Pinho (Rua Augusto Campo Mendonça, 15 – Bonfim)

CS Ministro Alkimin  (Rua Lopes Trovão, s/n – Massaranduba)

USF Eduardo Mamede (Setor E, Rua 1, s/n – Caminho 16 – Mussurunga I)

USF Orlando Imbassay (R.Tancredo Neves, s/n –  Bairro da Paz)

USF Jaqueira do Carneiro (Rua da Jaqueira, s/n – Retiro)

Auditório da UPA de Periperi (Rua das Pedrinhas, s/n – Periperi)

USF Alto de Coutos II (Rua Golan, s/n, Parque Setúbal – Alto de Coutos)

USF Cana Brava (Rua Artêmio Valente, s/n – Canabrava)

 

 

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *